Massa abandona seu último GP do Brasil, vai às lágrimas e é ovacionado








Felipe Massa terminou seu último GP do Brasil na Fórmula 1 em lágrimas. Não pela batida a 13 voltas do fim, mas sim pela emoção de ter encerrado um importante capítulo de sua vida. Assim que deixou sua Williams na subida da reta de Interlagos, o piloto de 36 anos acenou para o público, pegou uma bandeira do Brasil e colocou nas costas. Em lágrimas, caminhou em direção ao pitlane. 

No trajeto, ganhou o apoio dos torcedores, que enfrentaram a chuva neste domingo. Muito querido pelo mundo da F1, Massa também foi recebido com aplausos pelos mecânicos, da Williams e de outras equipes. Ganhou o carinho da esposa Raffaela, do filho Felipinho, do irmão Dudu e do pai Titônio.
- Não esperava. É uma emoção difícil de explicar. É um momento único, especial. Peço desculpas pelo resultado, não era o que eu queria. Eu gostaria de ter acabado a corrida. 

O dia de hoje, independente do resultado que não era o que eu gostaria, vai ser inesquecível para a minha vida. Penso em tudo. É um momento do final. Uma carreira que sou muito orgulhoso de tudo o que passei, que vivi, e acho que a última corrida no Brasil é algo especial, pela Fórmula 1. Tenho muito orgulho de ser brasileiro e sem vergonha nenhuma. Só tenho a agradecer por todo o carinho da torcida, do fundo do coração - disse.

O britânico Lewis Hamilton venceu a corrida e evitou o título do alemão Nico Rosberg, que terminou em segundo. A decisão do Mundial de Pilotos fica para a última etapa, no dia 27 de novembro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O holandês Max Verstappen completou o pódio do GP do Brasil.

Globo Esporte