Homem é acusado de armar emboscada e reagir a prisão na zona rural de Cachoeira dos Índios


Por volta das 12:30min do último sábado (05) a guarnição da Polícia Militar de Cachoeira dos Índios foi acionada pelo senhor Francisco de Souza Filho, informando que estava transitando pela estrada da zona rural que liga Cajazeiras a Cachoeira dos Índios, quando se deparou com o senhor Romilson Pereira de Souza, no qual no passado teria havido um conflito entre os dois, relatando que o mesmo estava esperando a suposta vítima com uma faca e teria tentado agredi-ló.  

Seu francisco relatou que conseguiu fugir do suposto acusado, mas foi perseguido até a sua residência onde pediu socorro através do 190.

 A guarnição foi à casa do suposto acusado, localizada no sítio Lagoa do Mato zona rural de Cachoeira dos Índios para averiguar a situação, e ao chega no local, suposto acusado pediu que a guarnição entrasse em sua residência para explicar o que estava acontecendo. 

Porém ao ser informado que o mesmo deveria acompanhar a guarnição até a delegacia para prestar esclarecimento, seu Romilson ficou bastante nervoso proferindo frases aos policiais chamando a guarnição de folgados, além de proferir outras palavras de baixo calão.

 Diante dos fatos a guarnição tentou conduziu o mesmo contra a sua vontade, no qual o suposto acusado tentou tomar a arma do soldado Pablo, tendo os militares ter que fazer o uso da força e algemas para conter o seu  Romilson que estava bastante alterado.

O acusado foi conduzido pelo SAMU para UPA, já que o mesmo teria passado mal em virtude do nervosismo e logo em seguida foi encaminhado para delegacia onde ficou a disposição da delegada plantonista para as medidas cabíveis que requer o caso.