Grêmio segura empate com o Cruzeiro e avança à final da Copa do Brasil São Paulo, SP




O Grêmio segurou nesta quarta-feira o ímpeto ofensivo do Cruzeiro e administrou um empate por 0 a 0, na Arena de Porto Alegre, para avançar à final da Copa do Brasil. A equipe dirigida pelo ídolo Renato Gaúcho alcançou a classificação por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, no Mineirão.

Com a classificação, o Grêmio interrompe um jejum de 15 anos sem disputar finais de Copa do Brasi. O time também tentará se isolar como maior vencedor do torneio. O Tricolor gaúcho já conquistou o troféu quatro vezes – mesmo número de títulos do próprio Cruzeiro.

O rival do Grêmio na final da Copa do Brasil será o Atlético-MG. O time dirigido por Marcelo Oliveira empatou por 2 a 2 com o Internacional, no estádio Independência, e se classificou graças à vantagem que obteve com a vitória por 2 a 1 no jogo de ida, no Beira-Rio. Esta será a quinta final do torneio que Oliveira disputará em seis anos.

O primeiro jogo da final está programado para o próximo dia 23, uma quarta-feira. A grande decisão será disputada uma semana depois, no dia 30. Os mandos de campo estão indefinidos.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio irá a campo nesta segunda-feira, novamente em sua arena, para enfrentar o Sport. O time está com 49 pontos, na oitava colocação, e sonha em conquistar uma vaga no G6. Já o Cruzeiro, sem maiores pretensões no torneio, duela com o Fluminense, no domingo, no Mineirão. A Raposa soma 41 pontos e ocupa a 13ª posição.

RS - FUTEBOL/COPADO BRASIL 2016/GREMIO X CRUZEIRO - ESPORTES - Torcida do Gremio antes da partida entre Gremio e Cruzeiro disputada na noite desta quarta-feira, na Arena, valida pela oitavas de final da Copa do Brasil 2016. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
O ídolo Renato Gaúcho soube administrar a vantagem construída no primeiro jogo (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
O Jogo – A vantagem construída pelo Grêmio no Mineirão deixou os comandados de Renato Gaúcho tranquilos até demais no primeiro tempo do jogo contra o Cruzeiro. Com desempenho técnico abaixo do rival, o Tricolor não emplacou boas jogadas e sofreu para manter a posse de bola no meio-campo.

A primeira chance do Cruzeiro surgiu aos 13 minutos, em finalização de longa distância de Robinho que foi defendida por Marcelo Grohe. A tímida resposta gremista veio aos 16, após Marcelo Oliveira aproveitar um passe de Luan e chutar por cima do gol de Rafael. Esta foi a única chance dos gaúchos no primeiro tempo.

Precisando da vitória, o Cruzeiro intensificou a pressão ofensiva e acertou o travessão de Grohe. O argentino Ariel Cabral, aos 22 minutos, chutou de muito longe e viu a bola carimbar o poste superior da meta gremista. O uruguaio De Arrascaeta, em cobrança de falta aos 25, também assustou ao mandar próximo ao ângulo de Grohe.

Embora tenha se mantido superior em campo, o Cruzeiro diminuiu o ritmo e não conseguiu criar boas oportunidades no restante da etapa inicial. Coube a Alisson a tarefa de recolocar a Raposa no ataque, aos cinco minutos do segundo tempo. Em contra-ataque, o jogador recebeu na parte esquerda da área e chutou para outra defesa de Grohe.

RS - FUTEBOL/COPADO BRASIL 2016/GRÊMIO X CRUZEIRO - ESPORTES - Torcida do Gremio antes da partida entre Grêmio e Cruzeiro disputada na noite desta quarta-feira, na Arena, valida pela oitavas de final da Copa do Brasil 2016. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
A torcida do Grêmio lotou a arena para empurrar o Grêmio contra o Cruzeiro (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
Dois minutos depois do lance, após escanteio cobrado pelo Cruzeiro, o meia Pedro Rocha puxou contra-ataque em velocidade, acionou Luan no bico direito da área e se posicionou para receber de volta. Ao dominar próximo à meia-lua, o atleta driblou a marcação e chutou para um milagre operado por Rafael.

Logo na sequência, o meia Douglas cobrou o escanteio e por pouco não anotou um gol olímpico, acertando a trave de Rafael. Aos 16 minutos, o ex-colorado Rafael Sobis, que havia acabado de entrar em campo, arriscou um chute da entrada da área e parou nas mãos de Grohe.

O Grêmio, cujo rendimento melhorou no segundo tempo, voltou a ameaçar em uma cabeçada do zagueiro Pedro Geromel. Aos 19 minutos, o jogador desviou um cruzamento de Douglas e exigiu outra importante defesa do goleiro Rafael.

Com o resultado favorável, Renato Gaúcho adotou uma postura mais cautelosa e soube coibir as investidas que o técnico Mano Menezes planejava para a etapa complementar. O Grêmio ainda marcou um gol com Luan, aos 44 minutos, mas o auxiliar viu impedimento e anulou o tento de forma equivocada.





FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 2 de novembro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos de SP)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Jailson), Douglas (Rafael Thyere) e Pedro Rocha (Everton); Luan
Técnico: Renato Gaúcho

CRUZEIRO: Rafael; Lucas Romero, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Ábila) e De Arrascaeta (Rafael Sobis); Alisson e Willian (Alex)
Técnico: Mano Menezes

(Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

(Foto: Rodrigo Rodrigues/Light Press/Cruzeiro)