Cidade no Japão tapa buraco de 15m de profundidade em avenida em 48h







Enquanto no Brasil meros buracos de rua causados pela chuva levam dias, semanas ou até meses para serem devidamente recapeados, no Japão uma enorme cratera de 300 metros quadrados e 15m de profundidade foi fechada em cerca de 48h – num autêntico exemplo da eficiência japonesa.



A cratera surgiu na terça-feira (8) em um cruzamento entre duas importantes avenidas e em frente à estação ferroviária de Hajata, na região central da cidade, levando à interrupção do tráfego e abastecimento de água, gás e energia, além de falhas no sinal de telefonia. O que acelerou a urgência em solucionar o problema urbano.
Publicidade


Gradualmente, o buraco foi crescendo até atingir aproximadamente 30 metros de largura por 27m de comprimento e 15m de profundidade, levando a polícia a esvaziar as edificações ao redor.

Uma semana após o incidente, nesta terça (15), a pista afetada já está completamente livre para o tráfego e segundo o prefeito de Fukuoka, Soichiro Takashima, com o solo 30 vezes mais resistente do que antes.

MASSA Operários trabalharam dia e noite para consertá-la. Foram aplicados 6.200m cúbicos de areia e cimento e em cerca de dois dias o solo já estava completamente preenchido. Takashima prometeu criar uma comissão de especialistas para avaliar a causa exata da cratera. 

A habilidade japonesa em reconstruir obras rapidamente ganhou notoriedade nos últimos anos, após incidentes como o terremoto que arrasou o país em 2011.