Neurologista atesta morte encefálica de policial de Cajazeiras: “O homem verdadeiro está com Deus” .


.



O neurologista cajazeirense, Rafael Holanda revelou nesta segunda-feira em entrevista exclusiva ao ‘Olho Vivo’ da TV Diário do Sertão, que o policial militar do BOPE de Cajazeiras, Marcelo Fernandes da Costa teve morte encefálica.

Direto de Campina Grande, o médico disse que foi até o hospital de trauma nesta segunda-feira (24), onde está o PM a pedido do Comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar de Cajazeiras, o Tenente Coronel Cunha Rolim e disse: “A conclusão é que Marcelo teve morte encefálica, quer dizer que o cérebro dele morreu e o homem verdadeiro está com Deus”.


Rafael Holanda explicou que o coração do policial está pulsando porque o corpo está ligado a aparelhos, que podem permanecer por até cinco dias e informou que família pode optar por doar os órgãos do jovem para outras pessoas que estão precisando de transplantes.

“Do ponto de vista neurológico, Marcelo não voltará mais a vida, esta é a realidade”, explicou o cajazeirense adiantando que o PM não responde a nenhum estímulo e contou que “foi aberto protocolo para confirmação do diagnóstico”.

“É irreversível. Sabemos que é uma pessoa jovem, mas do ponto vista neurológico é irreversível”, lamentou o médico

Ele foi vítima de acidente de trânsito na noite desse sábado (22), no Bairro do Jardim Oásis, Zona Leste de Cajazeiras, deixando gravemente ferido um militar do BOPE de Cajazeiras, Marcelo Fernandes da Costa.

DIÁRIO DO SERTÃO