Apresentador e radialista Ênio Carlos, de 51 anos morre nesta quinta



 Um dos nomes mais queridos da TV cearense, Ênio enfrentava um tumor no cérebro. Quem confirmou a informação foi a TV Diário, que confirmou a morte do profissional em seu Twitter oficial.

A repercussão foi tamanha que a hasthag com o nome de Ênio ficou entre os dez assuntos mais comentados no Brasil via Twitter. Ele, que trabalhava há 18 anos na TV Diário e comandava o Programa Ênio Carlos, estava afastado desde fevereiro por conta da doença. O programa, um hit da telinha, contava com o quadro Glitter - Em Busca de um Sonho, um reality que trazia drag queens.

Após afastamento para tratar o câncer cerebral, a família do apresentador e radialista enviou um comunicado explicando a delicada situação de saúde dele. "Desde o final de fevereiro, ele foi diagnosticado com uma grave condição médica, tumor cerebral, caracterizando um tipo de CA. A equipe de médicos que o acompanha recomendou o seu afastamento para que o tratamento tivesse a eficácia necessária e, desde então, ele vem se tratando para que em breve retorne aos programas de rádio e TV. Agradecemos de coração a todos os fãs que manifestaram carinho e preocupação com o Ênio. Pedimos que todos orem pela restauração de sua saúde, pois nesse momento, a fé é o nosso alicerce", informou a família.

Casado, Ênio deixa três filhas.