Mais de 1 milhão de cigarros contrabandeados são apreendidos no Sertão





A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na manhã desta última segunda-feira (17), mais de 1 milhão de cigarros contrabandeados em duas ações no interior do Estado. Os produtos são de diversas marcas e pertenciam a um comerciante da cidade de Itabaiana, localizada na Zona da mata Sul. Ele foi preso em flagrante.

O suspeito seguia em Fiat Uno pela BR 230, em Campina Grande, que fica no Agreste paraibano, quando os agentes da PRF fizeram sinal de parada para que ele fosse fiscalizado. Só que o motorista desobedeceu e deu início a fuga em alta velocidade. A equipe deu início a interceptação do carro em fuga. Minutos depois o Uno foi encontrado no pátio de uma escola no distrito de Santa Terezinha, mas o suspeito conseguiu fugir. Algumas testemunhas disseram que o motorista parou o carro alí e saiu correndo. Disseram também que o mesmo era calvo e vestia uma camisa de listras amarelas. Dentro do veículo os policiais encontraram 1.148 maços de cigarros em caixas de papelão das marcas Record, Gift, US e Bellois; todos contrabandeados. Os PRFs encontraram também o documento do veículo (CRLV) e uma nota fiscal, ambos em nome da mesma pessoa. De posse dos dados do proprietário do Uno, os agentes descobriram o endereço dele. Uma outra equipe foi acionada para dar continuidade ao flagrante, indo até o local, na tentativa de confirmar se o dono do carro tinha as mesmas características físicas do suspeito que fugiu. Ao chegarem ao endereço em Itabaiana, os policiais perceberam que lá funcionava um bar e que nele havia um homem com as mesmas características do fugitivo.



FIM DA LINHA – Os policiais rodoviários federais abordaram o suspeito, que logo demonstrou bastante nervosismo. Embora, de início, tenha negado que era a mesma pessoa que os PRFs procuravam, logo entrou em contradição e acabou falando que era o proprietário dos cigarros e que fugiu porque sabia que estava cometendo um crime. No bar foram encontrados 94 pacotes de cigarros das mesmas marcas que estavam no Uno. Ele acabou indicando um depósito de sua propriedade próximo ao local onde estavam. Ao chegarem lá foram achados, escondidos por trás de engradados de bebidas, cerca de 110 caixas de cigarros, totalizando cerca de 1 milhão e 100 mil cigarros. Os agentes encontraram ainda uma grande quantidade de pólvora, espoletas, cartuchos e buchas; materiais utilizados para a fabricação de munições.

O suspeito e todo o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Campina Grande, onde o flagrante foi feito.