Agricultor é achado morto em área onde queimava coivara de roça



O agricultor Geraldo Inocêncio da Silva, de 63 anos, foi encontrado sem vida por familiares no começo da tarde dessa terça-feira, 25, em uma área do sítio Pocinhos, município de Piancó, onde residia.

O corpo não apresentava sinais de violência. Segundo familiares, Geraldo saiu de casa para trabalhar: estava limpando um roçado com fogo, provavelmente na expectativa da temporada invernosa, prevista para janeiro. Enquanto queimava as coivaras, como se supõe, sofreu um mal súbito e morreu na hora.

O corpo do agricultor precisou ser removido às pressas do local onde foi encontrado, porque a área estava tomada pelo fogo, que poderia atingir o falecido. Familiares acreditam que ele pode ter sofrido uma asfixia pela inalação excessiva de fumaça.

Conforme o delegado José Pereira, o corpo foi encaminhado para exame cadavérico em Patos e um laudo vai apontar a causa da morte. “Tanto ele pode ter sido asfixiado pela fumaça, quanto pode ter sofrido um ataque cardíaco, mas o exame vai mostrar a causa do óbito”, comentou o delegado.

Radar Sertanejo (Reprodução autorizada Folha do Vali)