Lira confirma detalhes do cronograma de execução da duplicação da BR 230 entre Campina Grande e Cajazeiras



O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) reservou este final de semana para estar na Paraíba e aproveitou para fazer um balanço de sua atuação em Brasília e do trabalho que tem desenvolvido para conseguir recursos e benefícios para o Estado, especialmente para o projeto de duplicação da BR 230, no trecho entre Campina Grande e Cajazeiras.

Durante entrevista à imprensa de João Pessoa, Raimundo Lira disse que continua defendendo como bandeiras de seu mandato, dentre outras prioridades, a conclusão da Transposição e a entrada no projeto original do Ramal Piancó; a duplicação da BR 230 entre Campina Grande e Cajazeiras, além dos investimentos para estruturar os aeroportos da Paraíba.

Em relação à duplicação da BR 230, ele lembrou que os recursos para o início da obra, nos primeiros 33 quilômetros, entre Campina e a Comunidade Farinha (Praça do Meio do Mundo), da ordem de R$ 165 milhões, já foram conquistados, e a perspectiva é de que a obra comece ainda este ano.

Os projetos de execução, técnico e ambiental da obra já foram aprovados, restando apenas a liberação da licença ambiental para o governo publicar a licitação. Segundo Raimundo Lira, a dotação orçamentária para a duplicação, aprovada por ele no Orçamento Geral da União, é suficiente para realizar o primeiro trecho na totalidade.

Lira anunciou que a empresa que vencer a licitação vai realizar um trabalho completo, do chamado contorno rodoviário de Campina Grande, que começa na avenida Argemiro Figueiredo, até a Praça do Meio do Mundo.

“A empresa que ganhar a licitação vai começar os trabalhos de Campina Grande, duplicando já a outra metade do contorno rodoviário da cidade, que é a Alça Sudoeste, passando pelo Aeroporto João Suassuna, em direção à Praça do Meio do Mundo”, disse Lira, ao confirmar que o trabalho vai ser realizado pelo Exército, através do Grupamento de Caicó, conforme garantiu ao senador o Ministério da Defesa.

Raimundo Lira disse que, no contato feito com o Exército, ficou definido que, além das obras serem executadas a partir de Campina Grande, também serão executadas a partir da Praça do Meio do Mundo, para que as duas execuções se encontrem no caminho, tornando a sua conclusão mais rápida.

“O Exército Brasileiro mostrou que tem capacidade técnica, porque fez uma parte da duplicação da BR 101 de João Pessoa a Recife e de João Pessoa a Natal e está com todo o seu equipamento parado no Batalhão de Engrenharia de Caicó e todo o pessoal técnico, da mais alta especialização e com experiência, disponível”, afirmou o Senador.

Assessoria de Comunicação
Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB