Grávida é esfaqueada em Itaporanga por suposto amante. O acusado foi preso


Grávida de quatro meses, a doméstica Valmira Érica M. da Silva, de 25 anos, moradora da Vila Mocó, em Itaporanga, sofreu, ao menos, duas perfurações de faca de mesa desferidas por um homem com quem teria uma relação amorosa. O crime ocorreu na noite dessa terça-feira, 27, no interior da própria residência da vítima, que permanece hospitalizada.

Após esfaquear a jovem, o acusado tentou fugir, mas foi contido por populares e familiares da vítima, que foi socorrida para o hospital de Itaporanga e, depois, transferida para Patos. Revoltados, populares agrediram o homem e o detiveram até a chegada da polícia. Policiais militares conduziram Hélio Batista Ribeiro, de 44 anos, morador do sítio Cantinho, para a delegacia.

Autuado por tentativa de feminicídio pelo delegado Renato Leite, o homem foi recolhido durante a madrugada desta quarta-feira, 28, para a cadeia de Itaporanga. A motivação do crime está relacionada a ciúmes.

Por Redação da Folha