Em continuidade as investigações, Polícia Civil recupera moto e encaminha 9 pessoas pra Delegacia


Dando continuidade a ações de combate ao tráfico de drogas e prisão de pessoas acusadas de praticarem delitos na cidade de Sousa, a Polícia Civil por meio do Grupo Tático Especial (GTE) e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), sob a coordenação do Dr. Francisco Abrantes, na manhã desta terça-feira (13) conseguiu recuperar uma motocicleta e conduziu nove pessoas à Delegacia.

Na noite de ontem (12), os agentes civis prenderam o jovem Francisco Carlos Ferreira de Sousa, conhecido também como “Caquito” de 18 anos com um revólver calibre 38, com 4 munições intactas e 3 deflagradas, e uma pequena quantidade de maconha que estava sendo usada, outras pessoas que estavam na residência também foram conduzidas à Delegacia Distriral e logo em seguida foram liberadas após prestar depoimento.

Dando continuidade as investigações, os agentes do GTE e da DRF realizaram uma boradagem a Cristiane Alves de Almeida e em Mauricio Maike Leandro da Silva em uma casa no Bairro Alto Capanema saída para o sítio Diamante. Os policiais encontraram no interior da residência a bateria da moto, e ao serem indagados sobre a procedência da bateria, Cristiane e Mauricio disseram não saber de quem era e nem tão pouco quem tinha colocado ela lá.



Posteriormente, Maurício resolveu contar que a motocicleta estava abandonada no Bairro Várzea da Cruz, o mesmo em companhia dos policiais foram até o local informado e encontraram a motocicleta Honda Titan de cor preta, placa MOW 4808, que havia sido furtada  no dia último dia 12, nas proximidades do posto De Ville.


Cristiane Alves de Almeida e Mauricio Maike Leandro da Silva foram conduzidos juntamente com sete pessoas à Delegacia de Polícia Civil, com quatro aparelhos celulares, a moto recuperada e uma pequena quantidade de drogas, onde foram apresentados ao delegado Francisco Abrantes, para ser adotado os procedimentos necessários ao caso. Mauricio e Cristiane permaneceram presos, já os demais foram liberados.

Da Redação do Sertão Informado