Em 1º discurso, Deca chama a atenção para a Paraíba: “O coração do Nordeste”




O empresário paraibano, José Gonzaga Sobrinho, Deca do Atacadão, tomou posse, nesta quinta-feira (8), no Senado Federal.

Primeiro suplente do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Deca assume mandato pela primeira vez após licença de 121 dias do tucano para tratamento de saúde.

Após o juramento, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), declarou empossado o mais novo parlamentar.

Em seu primeiro discurso, Deca do Atacadão defendeu a união do país, o setor produtivo e chamou a  atenção para a Paraíba.

“Venho de muito longe. Percorri uma distancia que não se mede não  se contabiliza por qualquer quilometragem. Venho de uma parte que tem fome e tem sede”, disse Deca.

Para o paraibano, essa é segunda melhor conquista de sua vida.

“Eu sou o improvável que deu certo, não por milagre, mas pelo labor. O trabalho é o milagre que o Brasil necessita nesse instante republicano. Chego ao Senado em um momento histórico e delicado e de momentos temados. Eu faço aqui o apelo, o Brasil precisa de união. É necessário adição e não subtração pois temos uma economia abatida e carente de cuidados intensivos”, destacou Deca do Atacadão.

Deca falou ainda do seu estado de origem e disse que a localização da Paraíba no Nordeste pode contribuir com o desenvolvimento econômico do Brasil.

“A Paraíba é estratégica com sua localização e logística. Se há um  coração na região, é exatamente nele que estamos assentados. Estamos pronto para colaborar na construção de um Brasil forte e generoso. Temos toda  as condições para chegar onde queremos”, afirmou.

Cássio passará por exames em São Paulo para verificar a presença de pólipos no intestino.  O ex-governador poderá se submeter a procedimentos cirúrgicos.

deca-do-atacadao

Com a licença no Senado, Cássio delegou a liderança do PSDB  na Casa ao senador Paulo Bauer (PSDB-SC).




Roberto Targino – MaisPB