Clima esquenta em 2º debate com candidatos a prefeito de Cajazeiras; Acusações, troca de farpas e interrupções marcam evento. Veja!




Nesta quarta-feira (21) foi realizado o segundo debate para prefeito de Cajazeiras promovido pela Rádio Difusora, mediado pelo jornalista Gilson Souto Maior. O primeiro realizado pela Rádio Arapuan nesse segunda–feira (19), mediado pelo radialista Paulo Feitosa. Já nessa quinta-feira (22), será realizado o terceiro e último debate das eleições 2016, promovido pelo sistema de comunicação.

O debate foi iniciado por Antonio Gobira (PSOL), que disse ser candidato para que o dinheiro do povo não seja mais desviado e citou a Operação Andaime. Ele criticou a falta de políticas de saúde em Cajazeiras e falta de assistência aos agricultores.



O segundo a falar foi Zé Aldemir (PP), que se disse orgulhoso em concorrer o cargo e relembrou que sua candidatura foi um clamor popular, para trabalhar sério e para tirar Cajazeiras da situação ‘calamitosa e vergonhosa’ em que se encontra se referindo também a Operação Andaime.
+ Debate entre candidatos a prefeito de Cajazeiras é retransmitido pela TV Online; ASSISTA AQUI!
Denise Albuquerque (PSB), disse que deseja continuar prefeita para continuar melhorando as condições de vida dos cajazeirenses, que segundo ela, trabalhou muito em todas as áreas.

“Necessitamos de mais quatro anos para que o trabalho seja oferecido com mais condições para a população”.

Perguntas do clube social

A pergunta do Rotary Clube de Cajazeiras sobre os animais soltos às ruas. Zé Aldemir disse que vai desenvolver duas ações, uma, o combate ao mosquito que transmite a doença leishmaniose visceral (calazar) aos humanos, além de fazer um controle de natalidade dos animais soltos e acusou a prefeita Denise de sacrificar animais: “Promove a matança e ainda diz que a cidade está as mil maravilhas”
A socialista disse que há uma política de castração de animais, além de uma clínica para acolher os animais, faz o controle do calazar e apóia a associação protetora de animais, e pretende distribuir ‘reservatórios’ com comida e água na cidade para alimentar os animais.

Gobira afirmou que os animais são maltratados em Cajazeiras e mortos: “Essa semana, mais de 12 gatinhos morreram envenenados e eu não tinha a quem recorrer”, e disse que vai lutar um hospital regional para atender os animais de toda a região.

A pergunta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais perguntou sobre projetos para a agricultura. Zé Aldemir destacou que já iniciou seu trabalho pelo homem do campo, pois o seu vice, Marcos do Riacho do Meio, que é um grande conhecedor da Zona Rural, prometeu fazer as estradas durante todos os períodos, perfurar poços gratuitos, construir cisternas e outros.

Denise citou máquinas conseguidas pelo PAC e disse que utilizou as máquinas para construir estradas, abasteceu cisternas, perfurou poços, corte de terras, construção de cisternas e promoveu feiras semanais.

Gobira criticou a gestão da atual prefeita e disse que presenciou um agricultor cavando um açude com ‘picareta’ porque a administração não disponibilizou máquinas e prometeu perfurar poços profundos em parceria com a Petrobras. “Os agricultores não tiveram apoio. Começaram fazer estradas agora na eleição”.

Pergunta do sindicato dos comerciários foi sobre emprego e renda. Zé Aldemir destacou seu projeto aprovado em 2012, na Assembleia, para Cajazeiras e seus 15 municípios como região metropolitana, que tenta implantar indústrias e apoiar os pequenos comerciantes. Ele prometeu se unir aos representantes federais para trazer mais emprego para Cajazeiras e criticou: “Vou fazer diferente daquele que levou a Sazaki de Cajazeira para o Pernambuco

Denise falou de capacitação e mão de obra e o programa do empreender, e disse que precisa organizar o Distrito Industrial e as feiras da cidade. Ela disse que quer instalar o ‘Cajazeiras Digital’ e prometeu o programa “Meu Primeiro Emprego”.

Gobira disse que vai fomentar o comércio, para junto com os empresários promovam emprego e renda e prometeu tentar conseguir uma indústria para Cajazeiras. “Aqui a preocupação é desviar recursos”, alfinetou ele, adiantando que a maior reivindicação é emprego.
Mobilidade Urbana

Sobre a mobilidade urbana a candidata Denise citou a conclusão da Aldo Matos de Sá, da Estrada do Amor pelo governador, instalação de redutores de velocidade e destacou o concurso para a Sctrans.
Gobira afirmou que vai modernizar o trânsito e citou acidentes no Centro da cidade, para justificar sua crítica ao trânsito de Cajazeiras.

Zé Aldemir criticou Denise e disse que “nada foi feito pela prefeita. Está enganando a população. Respeite o povo”, e como projeto prometeu implantar o projeto que já existe, fazer uma passarela do Perpertão para a BR 230, valorizar os mototaxista, construir ciclovias, abrir e ruas e promover melhorias significativas.
1debate_difusora2
Perguntas entre candidatos

Gobira perguntou a Zé Aldemir sobre o combate as drogas. Ele citou a droga como aumento a violência e disse que vai implantar a delegacia da Polícia Federal para impedir a entrada de entorpecentes e disse vai fazer diferente: “Inventaram a Fazenda da Esperança, que abriu e fechou sem atender ninguém. Encanaram as famílias”, criticou ele, adiantando que vai implantar um centro de recuperação aos usuários e apoio às famílias. Zé Aldemir chamou a atenção da população e declarou: “É preciso dar exemplo e não usar droga. O gesto vale mais que mil palavras”, surpreendeu o deputado

Zé Aldemir perguntou a Denise sobre a Operação Andaime, sobre as licitações fraudulentas citadas pelo construtor Justino. Denise disse que o candidato não estava discutindo ações para Cajazeiras e afirmou que vai deixar a investigação para a Polícia Federal. O deputado afirmou que a candidata sabia sobre as licitações e declarou: “A senhora não tem autonomia, tem um Lombardi”.

Denise perguntou sobre captação dos recursos para o município ao candidato Gobira. Em resposta ele disse que o PSOL tem sete deputados e vai buscar conseguir junto aos ministérios e disparou: “Tenho perna, braço e boca. Vou atrás. Vamos atrás de bancos porque só não libera dinheiro para Andaime para investir líber”. Ele ainda declarou: “A senhora passou a prefeitura para Ricardo Coutinho? Porque na administração da senhora eu não vejo um metro de asfalto”

Mais

Zé Aldemir voltou a perguntar a Denise sobre ‘confissão’ de Justino sobre entrega do restando do “dinheiro aos prefeitos’. Ela disse que não é denunciada na Operação Andaime, e afirmou: “Mas seus apoiadores são: Carlos Rafael e Léo Abreu”, declarou ela e pediu que Zé Aldemir explicasse sobre a direção geral na Assembleia, que teria feito supostos desvios. Já Zé Aldemir disse: “Sua administração está cheia de desvio, inclusive seu marido Carlos Antonio foi condenado a prisão”.

Denise perguntou sobre a queda do Ideb em Cajazeiras a Zé Aldemir e ele respondeu que os dados são do Ministério da Educação. “Estava em sétimo lugar e caiu em 2015 para 13ª pela incompetência de sua administração”, e ela rebateu: “O Sr. Está sendo informado apenas por um blog de seu apoiador”, e Zé Aldemir retrucou: “Contra fatos não há argumentos. A prefeita não quer assumir a incompetência. A saúde está na UTI. Só um cego não quer vê, aumente o grau do óculos candidata”.

Gobira perguntou a Zé Aldemir sobre suposto desvio na Assembleia e o deputado responde: “Foi invencionice numa atitude de cavilação da equipe da prefeita”, disparou o candidato e no debate entregou ao presidente da OAB, João de Deus, uma certidão sobre a lisura da sua gestão e revelou que Denise pediu emprego para ela no seu Gabinete e revelou que empregou também uma prima do seu esposo, além de outros aliados e disse: “Nunca reclamaram. Não se justifica a verdade com mentira prefeita”.

De novo

Denise insistiu em dizer que Zé Aldemir teria feito suposto desviou e citou um depoimento de um advogado. Zé Aldemir respondeu que é ‘mãos limpas’ e disse que o advogado é secretário da prefeitura: “A prefeita está confessando que o seu secretário é ‘Laranja’. Como pode manter um secretário que emite notas frias? Sua gestão é cheia de escândalos”.

Zé Aldemir perguntou a Gobira sobre os problemas na Zona Rural, e Gobira respondeu que Cajazeiras tem uma máquina perfuratriz, mas “roubaram o martelo e essa máquina nunca saiu da garagem.

Gobira perguntou sobre a revitalização do Açude Grande e Denise disse que vai tentar recuperar os R$ 7 milhões que vieram para a obra, mas foram devolvidos.
DIÁRIO DO SERTÃO