ROTAM do 6º BPM e BOPE de Cajazeiras prendem dois jovens acusados de praticar assaltos na PB-400 em Cajazeiras

















Dois jovens foram presos na noite desse sábado (13) por policiais da ROTAM do 6 BPM de Cajazeiras e policiais do BOPE, após os dois indivíduos realizarem vários assaltos e tentativas na PB 400 entre os sítios Cocos e Terra Molhada.

 Segundo relatos uma das vítimas disse à polícia que passava nas proximidades do Sítio Terra Molhada quando foi surpreendido por 3 homens em três motos sendo uma Twister Amarela, uma Tornada amarela e uma Bros preta, quando eles aproximaram da vítima anunciando o assalto.

Da vítima foi levado uma quantia em dinheiro que não foi revelado para nossa reportagem e segundo informações dos três indivíduos uma estava com uma faca e o outro com uma pistola que era de brinquedo. Após o primeiro assalto mais duas pessoas foram abordadas pelos indivíduos.

Guarnições da Polícia Militar foram acionadas realizando rondas conseguindo prender o primeiro acusado nas proximidades do Bar dos Anões próximo à Cidade Cajazeiras, já o segundo foi preso no Sítio Pau D'Arco quando fugia sentido a cidade de Cachoeira dos Índios.

 Após confrontar os dois, eles acabaram confessando o crime. Sendo eles identificados como sendo Júnior Pereira do Nascimento 20 anos morador do Bairro Jardim Oásis em Cajazeiras,e José Túlio Barbosa Coelho 21 anos residente no sítio Picada dos Andrades município de São José de Piranhas.

Os dois acusados, após a prisão foram encaminhados juntamente com as motocicletas para delegacia de Cajazeiras onde foram reconhecidos pelas vítimas como sendo os autores dos delitos.

Uma outra vítima compareceu à Delegacia da cidade de Cajazeiras, relatando que na noite de sexta-feira por volta das 22:00 horas, também foi vítima dos dois jovens quando ele foi abordado nas proximidades da Fazenda Santa Rosa na PB 400, quando os elementos exigiram dinheiro, como mesmo não tinha acabou sendo liberado.

 Os dois serão ouvidos pelo delegado plantonista no qual ficarão à disposição da Justiça.

Já o terceiro elemento fugiu da ação policial. Um dos acusados identificado como José Túlio Barbosa Coelho 21 anos confessou que estava realizando esses crimes para comprar um enxoval do filho que vai nascer.