‘Golpe’ de extorsão que envolve o nome do falecido Marcos Aleijado aterroriza Cajazeiras; delegado dá detalhes da prática criminosa e inicia as investigações – VÍDEO!




A Polícia Civil de Cajazeiras iniciou as investigações de um crime que está assustando a população. As investigações ainda não haviam começado porque a Delegacia Seccional não tinha recebido nenhuma denúncia formal até esta terça-feira (16).

O delegado seccional George Wellington detalhou como está acontecendo a prática criminosa. Segundo ele, pessoas estão sendo extorquidas por telefone por bandidos que se dizem ligados ao  Marcos Pereira, o “Marcos Aleijado”, assassinado em novembro de 2015.

Os bandidos ligam para o celular da vítima e exigem que ela deposite certa quantia em dinheiro ou entregue pessoalmente a um comparsa enviado por eles em um ponto de encontro. A exigência é feita com ameaça de violência e usando o nome de Marcos Aleijado para intimidar ainda mais a vítima.

George Wellington afirma que a Polícia Civil já tem algumas informações que podem dar as primeiras direções à investigação.

“A Polícia Civil obteve alguns informes e tem trabalhado em cima desses para poder verificar até onde há verossimilhança e poder intensificar as investigações através de todos os meios legais possíveis. A polícia trabalha não só com a informação boca a boca, mas também com o trabalho de inteligência através dos meios tecnológicos. Então, a Policia Civil vai fazer tudo que for possível para buscar elucidar esses crimes”, declarou o delegado.

O caso ganhou força com as postagens do comandante do 6º BPM de Cajazeiras o Coronel Cunha que orientava a população vítima do golpe a procurar a delegacia.


DIÁRIO DO SERTÃO