Em Cajazeiras, PRF apreende comprimidos “rebite” com caminhoneiro do estado da Bahia


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do posto 33 apreendeu duas cartelas de comprimidos de anfetamina em uma fiscalização de rotina, nessa terça-feira (2), no quilômetro 513 da BR 230, no município de Cajazeiras, Sertão paraibano. O medicamento pertencia a um caminhoneiro.
Os agentes da PRF abordaram um caminhão que vinha do município de João Dourado, que fica no Centro-Norte da Bahia, e tinha como destino final a cidade de Natal (RN). Durante a fiscalização os policiais descobriram que o caminhoneiro estava dirigindo há mais de 16 horas ininterruptas. Esse longo tempo dirigindo sem parar para descanso levou os policiais a desconfiarem de que o motorista poderia estar usando anfetamina, popularmente conhecida como “rebite”.

A partir daí os PRFs iniciaram buscas no veículo até encontrar as duas cartelas com 25 comprimidos, escondidas em locais diferentes da cabine do caminhão. Uma das cartelas estava com cinco comprimidos a menos.

REBITES – Este tipo de medicamento, chamado popularmente de “rebite”, é um inibidor de apetite. No entanto, é muito utilizado por caminhoneiros por causa do efeito estimulante do sistema nervoso central, fato que inibe o sono por longas horas.

RISCOS – Quando o efeito do medicamento passa, o sono aparece de maneira incontrolável, o que eleva os riscos de grandes acidentes, pois ocorrências envolvendo caminhões são muitas das vezes catastróficas.

O caminhoneiro responderá à Justiça por porte de anfetamina sem receita médica. Este tipo de medicamento é de uso controlado.

DIÁRIO DO SERTÃO com PRF