Delegado revela que testemunhas apontam “Damião Farofa” como possível autor da morte de mãe e filho em Cajazeiras e pede ajuda a população para prender acusado. VÍDEO!





O delegado do Grupo Tático Especial de Cajazeiras, Braz Morroni se pronunciou mais uma vez sobre as investigações do crime que chocou a Paraíba. O duplo homicídio que vitimou mãe e filho, no Sítio Papa Mel, em Cajazeiras, ainda segue sem ser desvendado pela Polícia.


No mês passado o Comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, Tenente-Coronel Cunha Rolim usou a rede social WhatsApp, para revelar que há mandado de prisão temporária em desfavor do principal suspeito, identificado por “Damião Farofa”.

Nesta segunda-feira (8), o delegado confirmou que “Damião Farofa” se constitui no principal culpado. Ele explicou que desde a ocorrência do crime no ano passado, que diligências, perícias e provas técnicas estão sendo feitas.


“Já estamos há tempo procurando ele, só que não estava sendo divulgado, pois é o principal suspeito”, revelou o delegado do caso.

De acordo com Braz Morroni, vários indícios e até testemunhas apontam o acusado como possível executor do crime. “Após o cometimento do crime ele sumiu”.

Ele pediu ajuda da população para chegar até o suspeito e contou que outras pessoas podem estar envolvidas. Quem tiver informação pode ligar 197 ou 3531-7088, que ficará em absoluto sigilo.