SINFUMC volta a denunciar que a gestão da prefeita Denise Oliveira gastou mais de 25 milhões com folha de comissionados e contratados




O Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras voltou a questionar a gestão da prefeita Denise Oliveira (PSB), pelo fato de ter usado todos os meios possíveis para não pagar os salários atrasados de novembro e dezembro de 2008, autorizados judicialmente, preferindo direcionar uma enorme quantidade de recursos para pagamento de cargos comissionados e contratados, como forma de acomodar os apadrinhados políticos.

Em nota, o sindicato pergunta “por qual razão os servidores não receberam os meses de novembro e dezembro de 2008, até hoje, já que a prefeitura “investiu” nesse períodoR$ 25.373.360,56 nos cargos de contratação e comissão entre janeiro de 2013 a abril de 2016, argumentando que a dívida de 2008, com os efetivos era de apenas dois milhões e quatrocentos mil reais, até o ano passado.

A diretoria do SINFUMC argumenta, ainda, que com tanto dinheiro a disposição a gestora municipal preferiu beneficiar uma minoria, questionando, também, o fato de que a administração da prefeita Denise Oliveira diz que não tem recursos para pagar a diferença do Piso salarial do Magistério, ao tempo em que destina essa abundância de recursos aos que não servidores efetivos do município.

Blogdadjamilton