Jovem de 29 anos natural de Vieirópolis e morto a pedradas na cidade de Almirante Tamandaré



“Não estou armado”, teriam sido as últimas palavras de Francisco Juventino dos Santos, 29 anos, um vigilante encontrado morto na madrugada desta sexta-feira (22), na área rural de Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O crime aconteceu na noite anterior e a suspeita é de um latrocínio (roubo seguido de morte), já que a moto do jovem foi levada.

O jovem que é Natural da Cidade de Vieirópolis e que residiu por muito tempo na comunidade do Sitio Segredo próximo a comunidade do Bonfim era filho do casal, Maurina Tereza dos Santos e Manoel joventino dos Santos (Manoel de seu Chico Brejeiro)

Conforme informações colhidas, era por volta das 23h40 de quinta-feira (21), quando o vigilante foi abordado pelo bandido enquanto falava ao telefone. O amigo do outro lado da linha apenas o ouviu dizer “não estou armado, não estou armado”, e a ligação caiu.

Logo que a ligação caiu, o amigo estranhou o que ouviu e acionou a polícia. Mesmo com todas as buscas, os policiais só conseguiram encontrar o rapaz morto no final da madrugada, já perto das 5h30, na Rua Anúncia Viante Gianini, no bairro Lamenha Pequena.

De acordo com a polícia, Francisco foi morto com pedradas na cabeça e, pelos ferimentos, não teria sequer tempo de ser socorrido. O bandido fugiu levando a moto que ele usava para trabalhar e o veículo não foi encontrado.



Em conversa com alguns colegas de trabalho e amigos do vigilante, os policiais descobriram que ele era um jovem trabalhador e que não teria nenhuma ameaça, o que leva a crer que o crime tenha acontecido mesmo para o roubo da moto. Denúncias que possam ajudar a polícia podem ser passadas para o telefone da Delegacia de Almirante Tamandaré, que investiga o crime, através do (41) 3657-1220.

O Corpo do jovem será encaminhado para comunidade do Sitio Riacho na zona rural de Vieirópolis onde atualmente residem seus pais.

Informações e Fotos Eliezio Notícias