Casa onde ocorreu o bárbaro crime do sítio Papa-mel na zona rural de Cajazeiras é demolida por proprietário







A casa onde ocorreu o bárbaro crime do sítio Papa-mel na zona rural de Cajazeiras está sendo demolida pelo proprietário da terra.

A residência foi recentemente vítima de vândalos que atearam fogo. O crime que chocou a cidade de Cajazeiras e região ocorreu na noite de sábado do dia 19 de setembro de 2015 e deixou como vitimas o jovem Rafael da Silva de Sá, 22 anos e a mãe, Maria Berenice de Sá, 54 anos, que foram mortos com requintes de crueldade  por meio de asfixia.

De acordo com testemunhas, os corpos foram encontrados por outro filho de Maria Berenice que, ao chegar em casa precisou pular a janela para entrar e encontrou a mãe e o irmão amarrados pelos braços e pernas e cobertos por lençóis.

Os corpos não apresentavam marcas de tiro, nem mesmo cortes de faca. Uma moto Titan 150 e o celular de Rafael foram levados.

A polícia civil já tem um linha de investigação, mas o principal suspeito nunca foi localizado.