Autor de bárbaro crime em Pombal é condenado a 20 anos de prisão


O Tribunal do Júri da Comarca de Pombal se reuniu na tarde desta quarta-feira (27), para julgar o popular Eliebel Alves de Oliveira (Liebe).

Sob o mesmo pesa a acusação de ter matado Damião Monteiro de Sousa com um tiro de espingarda calibre 20, resultando ainda, na desfiguração quase que total de face fato acontecido no dia 31 de janeiro de 2014.

O crime revoltou a todos pela forma cruel como foi praticado, já que a vítima dormia em uma rede sem chances de defesa.

o Ministério Público o assassinato foi praticado por motivo fútil, uma vez o “ronco” que produzia teria sido o motivo para tirar-lhe a vida.

O fato se deu na comunidade rural deste município conhecida por Caiçarinha II, sendo tipificado como um crime qualificado.

A sessão deveria ter acontecido no dia 10 de maio deste ano, porém por falta de viatura para o seu transporte o réu não compareceu ao fórum, ficando portanto adiada para esta quarta-feira 27 de julho.

Foi acompanhada por familiares das partes, advogados, alunos do curso de direito, além de pessoas da comunidade.

pelo juiz José Jackson Guimarães, contou na acusação com o representante do MP, José Patrício e na defesa o advogado Arnaldo Marques.

de prevista para às 12h00, a sessão só foi aberta por volta das 12h40, já “Liebe” chegou a unidade judiciária pontualmente ao meio dia, trazido por uma equipe de agentes penitenciários da cidade de Cajazeiras onde se encontra recolhido por determinação da justiça.

O resultado da sentença condenatória apontou como pena imposta ao réu, 20 de prisão em regime fechado.

Marcelino Neto