Após luta contra doença rara, Guilherme Karan morre aos 58 anos





Guilherme Karan Faleceu nesta quinta-feira, 7, o ator e humorista Guilherme Karan. Ele estava internado há dois anos no Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio de Janeiro.
Diagnosticado com a síndrome de Machado-Joseph, uma doença neurológica rara e hereditária, Karan já não mais falava e andava. Em 2015, o pai do ator, Alfredo Karan, revelou que seus quatro filhos são portadores da mesma doença e herdaram a enfermidade da mãe. À época dois já haviam falecido.

Também em 2015, amigas disseram ao programa Domingo Show, da TV Record, que o estado de saúde do ator era delicado. “Eu fui visitá-lo três vezes e fico muito triste em ver o Guilherme doente assim. Ele é a pessoa que mais gosto no mundo. É o meu maior amigo mesmo”, contou ao programa a atriz Iris Bruzzi.

Longe da TV desde a novela América, em 2005, a estrela ficou conhecida ainda nos anos 80 pelo humorístico TV Pirata.

 Guilherme Karan também foi imortalizado por papéis marcantes em novelas como Meu Bem, Meu Mal, Partido Alto, Explode Coraçao e Pecado Capital. Ele também e lembrado por ter interpretado o vilão do longa Super Xuxa contra o Baixo Astral, gravado no auge de sua carreira em 1988.



O ator Guilherme Karan foi sepultado no começo da tarde desta sexta-feira (8), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. O enterro contou com a presença de parentes e amigos do ator.
Caras.