Agricultor é morto a tiros na zona rural de Monte Horebe, no Alto Sertão PB


O agricultor Antônio Alves de Oliveira, de 57 anos, foi morto a tiros no sítio Gravatá zona rural de Monte Horebe, no Alto Sertão paraibano, na noite deste sábado (02). De acordo com a Polícia Militar, o acusado de praticar o homicídio é o também agricultor José Reinaldo da Silva, de 53 anos, morador da mesma localidade.

Segundo o cabo Délio, da Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 20h30, quando a vítima chegou em casa bêbado. Testemunhas contaram à polícia que o agricultor sempre foi agressivo quando ingeria bebida alcoólica. Porém fazia mais de três anos que tinha deixado de beber, mas ontem caiu na fraqueza e voltou ao vício.

De acordo com informações, a confusão que culminou com o homicídio teria começado quando um filho da vítima perguntou se o pai tinha ingerido bebida alcoólica.

Ao responder que sim, sacou uma faca peixeira e tentou furá-lo. Quando parecia que tudo havia acalmado, o homem se enfureceu novamente e tentou correr atrás da esposa com a mesma faca, quando foi atingido pelos disparos de revolve 6,35 no tórax pelo suposto acusado por nome de José Reinaldo da Silva de 43 anos. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Até o momento da publicação desta matéria, o suspeito não havia sido localizado ou preso. O corpo do agricultor foi levado pelo Rabecão para uma perícia no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) da cidade de Patos.

O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil de São José de Piranhas.

Por Dida Gonçalves
Radar Sertanejo