STJ nega mais um pedido feito pelos advogados do empresário Marinho e ele vai continuar preso




Uma nova decisão do STJ – Superior Tribunal de Justiça, mais especificamente do Ministro Reynaldo Soares da Fonseca, negou mais um pedido dos advogados do empresário cajazeirense, Mário Messias Filho, para que o mesmo fosse liberado da prisão, onde está recolhido desde o dia 16 de dezembro de 2015, por força de dois mandados de prisão, um da Justiça Federal e outro do Tribunal de Justiça da Paraíba.

Como já foi divulgado, o Ministro Reynaldo Soares da Fonseca havia negado, no mês de abril, o pedido liminar em habeas corpus, que pleiteava a soltura de Marinho, no caso envolvendo a sua atuação nos crimes apontados pelo GAECO, no núcleo que atuava na cidade de Monte Horebe, na chamada operação andaime.

Dessa decisão, os advogados de Marinho entraram com um pedido de reconsideração, para suspender a decisão que decretou a sua prisão no processo n. 0003739-65.2015.815.0000, mas o pedido foi indeferido pelo Ministro.

Blog do Adjamilton Pereira