Prego batido e ponta virada – Governador diz que já está definido e Júnior não será candidato na chapa de Denise e ainda alfineta o vice-prefeito



O governador Ricardo Coutinho (PSB) concedeu entrevista ao jornalista Fernando Caldeira, na sexta-feira (10), que será veiculada no Programa Trem das Onze, da Rádio Alto Piranhas, neste domingo (12) e, entre outros assuntos, abordou a discussão da formação da chapa do PSB que vai disputar a eleição municipal de outubro em Cajazeiras, sendo claro de que já deu a última palavra com relação ao assunto, estando definido que até o final deste mês será indicado um outro vice para a chapa de Denise Oliveira.

Ricardo Coutinho disse que a sua participação na campanha, efetivamente só se dá se ele for respeitado e, no caso de Cajazeiras, sua pessoa foi profundamente desrespeitada, arrematando que a indicação de outro nome no lugar de Júnior Araújo, na formação da chapa, é condição sine qua non, ou seja, sem a qual não pode ser, ou em outras palavras a candidatura de Denise não existirá.

O governador afirmou, ainda, “que o atual vice não esteve à altura de todos os esforços que o nosso governo fez pela cidade”, arrematando que não adianta polêmica, acrescentando que vai participar da eleição de Cajazeiras de qualquer forma, deixando entender que o seu partido terá uma candidatura, mesmo que não seja a da atual prefeita.

Veja alguns pontos da fala do governador:

“ISSO JÁ ESTÁ DEFINIDO EM RELAÇÃO AO PSB E ATÉ O FINAL DO MÊS JÁ DEVE SER INDICADO UM NOVO VICE NA CHAPA DE DENISE”

De acordo com Ricardo Coutinho, a indicação de um outro nome que não o do atual vice para a formação da chapa do partido “é uma condição sine qua non, é bom que se diga isso: sine qua non.”

“A MINHA PARTICIPAÇÃO NUMA CAMPANHA, EFETIVAMENTE, SÓ PODE SE DAR SE A MINHA PESSOA FOR RESPEITADA, E ELA FOI PROFUNDAMENTE DESRESPEITADA”

Para o governador paraibano “o atual vice não esteve à altura de todos os esforços que o nosso governo fez e faz pela cidade, inclusive faz pela administração”, revelou. Por isso mesmo “isso não é mais para ter polêmica, porque não há motivo de ter polêmica, vez que estamos analisando outros nomes e a posição do PSB é essa, já está definida, e a minha posição e a minha participação numa campanha, em Cajazeiras, e eu vou participar de qualquer forma, é bom que se diga, em qualquer circunstância eu quero participar porque eu acho que um governo que fez tudo isso que nós fizemos na cidade de Cajazeiras não pode ficar omisso num momento de disputa eleitoral´.”

“NÓS VAMOS TER UM LADO, NÓS VAMOS TER CANDIDATURA”

Blog do Adjamilton