Paraibano de Lagoa foi executado em Caraúbas, durante tiroteio que deixou mais quatro pessoas baleadas


Um tiroteio deixou um morto e quatro feridos na noite desta segunda-feira (dia 27 de junho), na cidade de Caraúbas, no vizinho estado do Rio Grande do Norte. Segundo informações o alvo seria funcionários da empresa puma que presta serviço de segurança na cidade.

O proprietário da empresa, é o paraibano natural de Lagoa, Francisco Trajano de Souza, 45 anos, que foi baleado com três tiros no peito, um na barriga e outro na perna. A vítima foi socorrida para o hospital porem não resistiu aos ferimentos.

Dois companheiros de Francisco também foram atingidos. Um foi encaminhado para Mossoró em estado grave. Outro que também prestava serviços à empresa foi baleado na perna e não corre risco de morte.



Os vizinhos de Francisco do puma, conhecido com Assis Blênio e sua filha, Fernanda também foram atingidos mais não correm risco de morte.


A polícia foi ao local o medo e a lei do silencio impera ninguém sabe informar o motivo da ação que resultou em quatro baleados e um morto.

PORTAL CATOLÉ NEWS
Com Cenário New