"Craques do Futuro": futebol e reforço escolar para crianças no interior do CE

Escolinha Craques do Futuro atende cerca de 40 crianças em Orós, interior do Ceará  (Foto: Divulgação)


Luís Peixoto, atua no Rap Sport - Clube de Lisboa, em Portugal.






A cidade de Orós, no interior do Ceará, recebeu há quase um ano a Associação "Escolinha
Craques do Futuro - LP". A iniciativa foi do jogador Luís Peixoto, que atua no Rap Sport - Clube de Lisboa, em Portugal. Através do esporte, o projeto busca incluir socialmente crianças e adolescentes e já atende cerca de 40 crianças.

Não por acaso o atacante do time português escolheu a cidade para o projeto. Luís Peixoto é oroense. Antes de cruzar o oceano para atuar em terras lusitanas, passou por clubes importantes do estado: Ceará e Fortaleza. A história começou quando o jogador foi convidado pela imprensa local para contar sua experiência na carreira internacional, vinda em 2015, durante sua visita pela cidade.
escolinha, craques do futuro lp.



Durante permanência em Orós, Luís teve contato com algumas crianças do Centro Social
Urbano (C.S.U.). No espaço, elas treinavam. Deparando-se com a realidade difícil ao ouvir as crianças, o jogador se uniu aos pais Socorro Peixoto e Fausto Peixoto, e decidiram criar um espaço que unisse esporte e o apoio escolar.
Professores de Educação Física, são os responsáveis por iniciar as crianças no esporte, ensinando os primeiros fundamentos. Além disso, reforçam a formação cidadã dos alunos. Para manter-se na Associação Craques do Futuro, é preciso ter assiduidade nas aulas, participar dos projetos e ter bom comportamento. Para o jogador Luís Peixoto, o projeto tem papel importante no futuro.

- É preciso também acreditar que os estudos e obediência aos pais são primordiais para
conseguir tais objetivos - ressalta o jogador.

O Estádio Beira Rio, no Bairro São Geraldo, recebe os treinos que são realizados nas terças, quartas, sextas e sábados. A sede da Associação recebe as aulas de reforço todos os dias, nos períodos manhã e tarde, sob orientação de duas educadoras.


Por GloboEsporte.com