Acadêmico de direito da cidade de Cajazeiras é morto a bala durante assalto na noite deste sábado. Crime revolta população de Icó








Uma tentativa de assalto acabou em tragédia no último sábado (11), na cidade de Icó, a 375 kms de Fortaleza, na região centro sul do estado. O crime aconteceu por volta das 21h45, na Rua Desembargador José Bastos, nas proximidades de um posto de combustível.

O jovem acadêmico de direito de uma faculdade de Cajazeiras, na Paraíba, Lucas José Peixoto Nascimento, de 19 anos, natural de Icó e morador da Rua São José, estava com a namorada quando foi surpreendido por uma dupla de assaltantes em uma moto modelo Bros na cor preta.

De capacete, os motoqueiros anunciaram o assalto e mandaram a namorada do estudante se distanciar. Lucas reagiu e efetuou alguns disparos contra os criminosos, mas acabou morrendo ao ser atingido com tiros na cabeça. Os assaltantes fugiram em seguida.

Policiais civis e militares estiveram no local interrogando testemunhas e realizando os primeiros levantamentos de rotina. A arma da vítima, um revólver calibre 22, será periciada. O inquérito policial ficará a cargo do delegado regional de polícia civil, Marcos Sandro Nazaré de Lira. Testemunhas arroladas serão ouvidas nas próximas horas para que as investigações sejam aprofundadas.

Lucas era filho do funcionário público municipal Joseimar Ferreira da Silva Nascimento e de Florinda Peixoto e neto do agrônomo Francisco Peixoto. O acadêmico trabalhava em um cartório da cidade. O crime deixou a população revoltada e causou comoção por justiça nas redes sociais. O corpo do estudante foi encaminhado para ser necropsiado na Pefoce de Iguatu e, de acordo com informações de testemunhas, os assaltantes aparentavam ser menores de idade

 por Richard Lopes com Diário do Nordeste